Busca

/Blog Hugo Leal

fevereiro, 2010


Vencimento da polícia e bombeiros

domingo, 28 fevereiro, 2010

Publicada em 28 de fevereiro


Deputado propõe que motoboys tenham curso

sexta-feira, 26 fevereiro, 2010

Publicada em 26 de fevereiro

Clique na imagem para ampliar


Motociclistas do Rio com atividade remunerada

sexta-feira, 26 fevereiro, 2010

Publicada em 26 de fevereiro


Clique na imagem para ampliar


Reajuste das aposentadorias

sexta-feira, 26 fevereiro, 2010

Publicada em 26 de fevereiro
Coluna O Repórter



Clique na imagem para ampliar


Mercado de Seguros na luta contra a violência no trânsito

sexta-feira, 26 fevereiro, 2010

Publicada em 26 de fevereiro

Nos próximos dia 08 e 09 de março, Curitiba/PR sediará dois eventos de grande importância na luta contra a violência no trânsito.

No dia 08/03, às 11:00 horas, no Parque Barigui (ao lado do Museu do Automóvel), será inaugurado o Memorial das Vítimas de Acidente de Trânsito, que tem a assinatura do arquiteto Fernando Canalli.

No mesmo dia, no Salão de Atos do Parque Barigui, acontece o Seminário Viver Seguro no Trânsito, com a solenidade de abertura prevista para as 09:00 horas (o credenciamento no local estará ocorrendo a partir das 08:00 horas). O Seminário acontecerá em dois dias (08/03 e 09/03).

O Seminário Viver Seguro no Trânsito contará com palestras de Diego Gonzáles, da Organização Panamericana de Saúde e da Organização Mundial de Saúde, Otaliba Libanio, do Ministério da Saúde, deputados federais Marcelo Almeida, Hugo Leal e Beto Albuquerque, da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito, J. Pedro Corrêa, coordenador do Programa Volvo de Segurança e Ailton Brasiliense, da Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP).

João Elisio Ferraz de Campos, presidente da CNSeg – Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização -, fará a abertura dos trabalhos do Seminário no dia 09/03.

A iniciativa da realização dos dois eventos é do Mercado Brasileiro de Seguros, que tem como objetivo representar a abertura solene no Brasil da Década de Segurança no Trânsito definida pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Nestes dois dias de intensos trabalhos em Curitiba, serão criadas duas entidades, o Observatório do Trânsito e a Rede Paranaense de Segurança no Trânsito, que já nascerão comprometidas com o combate à violência no Trânsito”, informa João Elisio, que completa: “Nossa meta é pouparmos essas 36 mil vidas anuais. União, conscientização, iniciativa das lideranças comunitárias, determinação dos poderes públicos são os ingredientes indispensáveis para vencermos essa batalha”.

A inauguração do Memorial é aberto a todos. Já as inscrições para o Seminário são gratuitas e limitadas, e podem ser feitas diretamente no Blog Viver Seguro no Trânsito, de autoria de João Elisio.

Mas seja rápido, pois até ontem (25/02), mais de 230 inscrições, oriundas de 40 cidades de 12 estados brasileiros já haviam sido feitas, e as inscrições estão limitadas a 400 pessoas por dia, que é o limite de capacidade do local do evento.

Para maiores informações sobre os eventos, é só entrar no Blog Viver Seguro no Trânsito (http://viverseguronotransito.org.br/blog/).

Programação:

Fonte: Júlio Filho – Revista Seguros em Foco®


Audiência pública no TSE

quinta-feira, 25 fevereiro, 2010


O deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ) em audiência pública realizada pelo TSE, para discutir a minuta de resolução que altera o número vagas de deputados federais para cada estado.


Deputados tentam impedir mudança no número de vagas destinado aos estados na Câmara

quinta-feira, 25 fevereiro, 2010

Publicada em 25 de fevereiro de 2010
Link para a matéria

Alana Rizzo

As bancadas estaduais que correm o risco de perder cadeiras na Câmara dos Deputados estão pressionando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a não aprovar a resolução que altera a composição da Casa e, num efeito cascata, das Assembleias Legislativas. Parlamentares contrários à proposta temem que o plenário decida na próxima terça-feira reduzir ainda este ano o número de vagas para deputados federais em oito estados (confira quadro). Pela minuta, cujo relator é o ministro Arnaldo Versiani, outras sete unidades da Federação ganhariam cadeiras. O Amazonas, que teria um deputado federal a mais, foi o único estado que se mobilizou. Parlamentares desse estado cobram do tribunal “a correção de uma injustiça que dura 17 anos


Recall atingiu 460 mil veículos em 2009

quarta-feira, 24 fevereiro, 2010

Publicada em 24/02/2010
Link para matéria

Publicado Por: Bruna Gavioli

Estima-se que mais de dois milhões de veículos possam circular pelo país com algum defeito

Carros desenvolvidos às pressas e a busca desenfreada por redução de custos podem ser a principal causa das inúmeras convocações para a solução de problemas. Nas últimas semanas, grandes montadoras estrangeiras anunciaram uma série de recalls em alguns de seus modelos. Só em 2009, foram 35 chamados, maior volume em um único ano, com 460 mil veículos retornando às concessionárias.

Estima-se que, desde 1996, mais de seis milhões de carros vendidos no Brasil tenham sido convocados para reparar defeitos de fabricação. Em muitos casos, o recall é solicitado para solucionar problemas em itens de segurança como freios, direção, cinto de segurança e air-bag.

Baixe o podcast

A Associação de Engenharia Automotiva atribui a convocação, em grande parte, a uma mudança na linha de produção. Em entrevista ao repórter Patrick Santos, o presidente da entidade, José Édson Parro ressaltou que atualmente o processo de um carro está mais acelerado. Parro destacou que o consumidor acaba ficando refém das montadoras.

O ex-presidente do Detran do Rio de Janeiro e hoje deputado federal pelo PSC, Hugo Leal, também critica o aumento no número de recalls no país. Ele chama atenção ainda para outra “artimanha” usada pelas montadoras: “o recall branco”.

O advogado Rodolfo Rizzotto, autor do livro “Recall – 4 milhões de Carros com Defeito de Fábrica”, ressaltou que o recall é uma questão de segurança de trânsito e não de relação de consumo.

Dados do próprio Denatran apontam que menos de 50% dos carros com defeito são levados pelos proprietários para o conserto. Estima-se que mais de dois milhões de veículos possam circular pelo país com algum defeito na fabricação.

Nesta quarta-feira, a montadora sul-coreana Hyundai anunciou um recall dos modelos Sonata nos Estados Unidos e na Coreia do Sul, em consequência de problemas na trava das portas. A medida envolve 1.300 Sonata do tipo sedan vendidos no mercado americano e 46.000 unidades na Coreia do Sul. O anúncio da Hyyndai foi feito no dia em que os diretores da japonesa Toyota devem depor no Congresso dos Estados Unidos sobre a convocação de milhões de veículos.


TSE pode tirar duas vagas do Rio de Janeiro na Câmara

quarta-feira, 24 fevereiro, 2010

No início da noite de ontem (23/2), parlamentares se reuniram com o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Ayres Britto, para discutir a resolução divulgada pelo órgão na última semana, que pretende redefinir o número de deputados da Câmara Federal e das Assembleias Legislativas. Hoje, às 15h, o TSE realiza audiência pública para colocar a minuta em discussão. O Tribunal pretende aplicar as novas regras já nas eleições deste ano.

Representante do Rio de Janeiro, o deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ) afirma que mais uma vez o Estado sairá perdendo. “Como se não bastasse a intenção de tirar os royalties do petróleo do nosso estado, agora querem diminuir nossa representação na Câmara”; declara. O Rio tem hoje 46 vagas para deputado federal. Com a resolução esse número passará para 44.

A decisão do TSE foi tomada a partir de um pedido da Assembléia Legislativa do Amazonas. De acordo com parlamentares amazônicos, levando em consideração o crescimento populacional dos últimos anos, o Estado teria direito a mais vagas no legislativo. A resolução do TSE foi feita com base em dados estimativos do censo 2009 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com a medida, o Rio e a Paraíba perdem duas vagas de deputados federais. Já os estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Maranhão, Goiás, Pernambuco e Piauí perdem uma cadeira na Câmara. O Pará, por sua vez, passa a ter 20 deputados federais, ao invés de 17. Minas Gerais ganha duas vagas. Amazonas, Rio Grande do Norte, Ceará, Bahia e Santa Catarina ficam com um deputado a mais.


Montadoras economizam com a falta dos proprietários

quarta-feira, 24 fevereiro, 2010

Publicado em 24/02/2010 – Economia
Link para a matéria



Clique para ampliar