Busca

/Blog Hugo Leal

Posts Tagged ‘segurança viária’


Hugo Leal prestigia Encontro Ibero-americano de Centros de Formação de Condutores

quinta-feira, 19 novembro, 2015

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, deputado federal Hugo Leal (PROS/RJ), prestigiou, nesta quinta-feira (19), o IX Encontro Ibero-americano de Autoescolas e Centros de Formação de Condutores, em Brasília.

Durante o evento, o parlamentar frisou que estará sempre disponível como aliado dos centros de formação para a construção de cenários que possam produzir resultados na diminuição da acidentalidade no trânsito.

Na avaliação do parlamentar, a ação transformadora que hoje os CFCs estão trabalhando é fundamental para a construção de um trânsito mais seguro.

“Contem comigo para introduzir, no processo de formação, ações que formem condutores conscientes e que propaguem as mensagens para um trânsito mais seguro”, frisou.

O evento foi uma realização Confederação Ibero-Americana de Centros de Educação e Formação Viária –CICEFOV, entidade representativa de Autoescolas e Centros de Formação de Condutores da região Ibero-Americana,


Câmara sedia primeiro encontro parlamentar sobre segurança viária

terça-feira, 17 novembro, 2015

 
A Câmara dos Deputados realiza, nesta terça-feira  (17 de novembro de 2015), o 1º Encontro Parlamentar Internacional sobre as Prioridades Globais para a Segurança Viária. O evento, idealizado pela Casa em parceria com as Comissões de Viação e Transportes, de Relações Exteriores e a Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro será uma recepção às autoridades que participarão da 2ª Conferência Global de Alto Nível em Segurança Viária, que terá sede em Brasília nos dia 18 e 19 de novembro de 2015.

Foram convidados parlamentares e autoridades de todo o mundo que tenham interesse ou efetiva atuação na definição de políticas de segurança no trânsito. O encontro será uma prévia de um dos debates que será realizado no dia 18, que irá destacar exemplos de iniciativas parlamentares de sucesso para avançar nas ações de segurança no trânsito e partilhar as melhores práticas na promoção dessas iniciativas legislativas. Estão confirmadas as presenças de autoridades da Suíça, Reino Unido, Albânia, Armênia, Austrália, Jamaica, Gana, França, Uruguai e Inglaterra, além de ministros e parlamentares brasileiros.

Durante o evento será realizado um ato da ONG Safe Kids – Criança Segura Brasil, onde um grupo de crianças entregará às autoridades presentes uma conclamação feita pela infância dos cinco continentes para que os países reforcem as medidas voltadas para proteger as crianças no trânsito, seja as ocupantes de veículos, as que se deslocam a pé ou de bicicleta. Segundo estimativa da Organização Mundial da Saúde 500 crianças são diariamente vítimas fatais do trânsito em todo o mundo.

O evento contará, ainda com uma apresentação musical da Cantora Laura Rizzotto, pela ocasião do Dia Mundial em Memória das Vítimas, data instituída pela ONU e celebrada em todo o mundo no terceiro domingo do mês de novembro. Na performance ela apresentará uma canção inédita, composta em homenagem à memória das vítimas no trânsito.

 

II Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito

O Governo Brasileiro realizará, em parceria com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Segunda Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito – Tempo de Resultados (http://www.roadsafetybrazil.com.br/). O encontro se dará nos dias 18 e 19 de novembro em Brasília, e terá como objetivo analisar a evolução da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020 estabelecida pelas Nações Unidas, que tem como objetivo reduzir para metade o nível de mortes e lesões nas vias até 2030.

Espera-se a participação de cerca de 1500 pessoas no evento, de mais de cem países, incluindo os ministros responsáveis pelo tema em cada país, como os das pastas de saúde e transportes; organizações internacionais; representantes da sociedade civil e do setor privado. Além de fazer balanço das iniciativas nacionais, regionais e internacionais adotadas até o momento e apontar caminhos para avançar rumo às metas previstas no Plano Global para a Década de Ação, o encontro deverá também debater o tratamento do tema na Agenda de Desenvolvimento Pós-2015, que terá sido aprovada até então.

O Relatório de 2013 da Organização Mundial de Saúde (OMS) mostrou que apenas 28 países (cobrindo apenas 7% da população mundial) têm leis abrangentes sobre os cinco principais fatores de risco de morte e ferimentos no trânsito – excesso de velocidade, consumo de álcool e outras drogas, não uso de capacetes por motociclistas, falta do uso de cintos de segurança e de equipamentos de retenção para crianças. A OMS também apresentará sua publicação “Reforçar a legislação de segurança rodoviária: um manual prático de recursos para os países”, que descreve métodos e fornece recursos para que os profissionais e os decisores possam utilizar para a promulgação de novas leis ou alterar as existentes como parte de uma estratégia global de segurança no trânsito.

Na Conferência, a Organização Mundial de Saúde (OMS) também irá apresentar o seu Relatório Global sobre Segurança no Trânsito 2015, que conterá um resumo das mais recentes iniciativas no campo legislativo com foco na prevenção de lesões provocadas pelo trânsito.

Dessa Conferência sairá a Declaração de Brasília sobre Segurança no Trânsito “Carta de Brasília”.

 

Evento Paralelo: Parlamentares para a Segurança Viária Global – Construindo uma rede de legisladores

Dia 18 de novembro – 13.30 – 15.00

Por ocasião da realização da Conferência de Alto Nível, será realizado um evento paralelo sobre as prioridades globais para a legislação de segurança no trânsito. Nesse evento (Parliamentarians for global road safety – Building a legislators network) haverá o debate da acerca da criação de uma Rede Global Permanente de Legisladores pela Segurança no Trânsito. Essa rede poderá servir no futuro como uma plataforma aberta para que os Parlamentares de todo o mundo possam compartilhar suas experiências e trocar informações sobre desenvolvimentos legislativos de segurança rodoviária e as prioridades. Será uma grande oportunidade para que parlamentares de diversos países e outras autoridades ligadas à área de trânsito possam contribuir para o sucesso da Década, incentivando a adoção de legislação de segurança no trânsito abrangente e eficaz de por todos os Estados Membros das Nações Unidas.

 


Hugo Leal visita Salão Duas Rodas e debate segurança para motociclistas

sexta-feira, 9 outubro, 2015

O deputado  federal Hugo Leal (PROS-RJ) visitou, nesta sexta-feira (9 de outubro), o Salão Duas Rodas, em São Paulo.

O evento é um dos maiores da América Latina em negócios de motocicletas e bicicletas, equipamentos  e acessórios.

Hugo Leal, autor da Lei Seca, aproveitou  o ocasião para  manter contato com autoridades do setor.

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro se encontrou com o presidente da Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas e Similares (Abraciclo), Marcos Fermanian, e representantes da BMW, Rafael Silva, Honda, Roberto Moreno, Yamaha, Afonso Cagnino, e  Harley Davison,   Rafael Freire.

Entre os assuntos debatidos, estavam economia e mercado.

Leal, no entanto, fez questão de abordar questões como segurança viária, formação de condutores de motos e uso de tecnologia para evitar acidentes.

 

Hugo Leal se reuniu com representantes de marcas e de associação de fabricantes de motos


Hugo Leal prestigia seminário pela valorização da Polícia Rodoviária Federal

quarta-feira, 12 agosto, 2015

 

O Seminário pela Valorização da Polícia Rodoviária Federal, realizado nesta quarta-feira (12 de agosto), no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, contou com a participação do deputado Hugo Leal, presidente regional do PROS-RJ

Hugo Leal ressaltou a importância da PRF para a segurança viária

.

A categoria reivindica melhores condições e segurança no trabalho, o fim da política de fechamento de postos e o aumento no efetivo.

Em sua fala, Hugo Leal,  presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro,  afirmou considerar preocupante o esvaziamento de uma corporação que tanto contribui para a segurança viária no País.