Busca

/Blog Hugo Leal

Posts Tagged ‘trânsito’


Leis de trânsito tem de estar em sintonia com realidade social do País, diz Hugo Leal

quinta-feira, 10 dezembro, 2015

O deputado Hugo Leal (PROS/RJ) participou, nesta quarta-feira (9 de dezembro), da reunião de instalação da Comissão Mista da Medida Provisória 699/15.

A medida altera o Código de Trânsito, tornando infração gravíssima o uso de veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação em vias.

A MP vem recebendo críticas de algumas entidades do setor de transportes por ser considerada uma forma de reprimir o direito de manifestação.O parlamentar ressaltou que mais do que a questão de multas o foco principal de discussão desta MP precisa ser a redução de mortes no trânsito.

Leal afirmou que, como presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro e membro da Comissão de Viação e Transportes, tem se debruçado sobre o assunto.

“Tenho discutido com diversos setores da sociedade ligados ao tema. Conclui que qualquer alteração na legislação de trânsito precisa estar em sintonia com a realidade social do país. No Brasil, hoje, o maior problema é o número de vítimas que o trânsito tem feito diariamente”.

Portanto, frisou o parlamentar, a oportunidade de aperfeiçoamento do Código de Trânsito Brasileiro deve ser aproveitada para que atitudes sejam tomadas com vistas à redução de acidentes.

Durante a reunião foi realizada, ainda a eleição do Presidente e Vice-Presidente. Foram eleitos Presidente e Vice-Presidente, respectivamente, o Deputado Afonso Florence e o Senador Humberto Costa, e designados Relator e Relator-Revisor, respectivamente, o Senador Acir Gurgacz e o Deputado Ságuas Moraes.


Livro com artigo de Hugo Leal é lançado no Rio

quinta-feira, 22 outubro, 2015

Com o objetivo de facilitar a compreensão sistêmica dos problemas relacionados ao trânsito no país, foi lançado, nesta quarta-feira (21 de outubro), no Rio, o livro “Saúde e Trânsito 2015″.

Trata-se de uma compilação de artigos de 20 autores, entre eles  o deputado federal Hugo Leal, autor da Lei Seca e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro.

Os textos foram  organizados por Fernando Moreira.

Um dos temas é a Lei Seca e os seus impactos para as melhorias no trânsito.

O lançamento ocorreu na Livraria  Arlequim, no Centro da capital fluminense.

Livro tem artigo de Hugo Leal

 


Hugo Leal é convidado a auxiliar deputados de Pernambuco em assuntos relacionados a trânsito

quinta-feira, 13 agosto, 2015

 

O deputado Hugo Leal, presidente regional do PROS-RJ, recebeu, nesta quarta-feira (11), o deputado estadual de Pernambuco, Eduíno Brito, Coordenador Geral da Frente Parlamentar de Trânsito e Transporte da Assembleia legislativa daquele estado.

Durante o encontro, Hugo Leal foi convidado a ministrar uma palestra aos membros da frente pernambucana, por ser considerado um exemplo de atuação na área de trânsito.

Hugo Leal foi convidado por representantes do parlamento de Pernambuco

O objetivo da palestra, que acontecerá em data a ser definida, é auxiliar nas estratégias para a instalação de um gabinete de crise e na interlocução com Assembleias Legislativas.


Regularização do transporte interestadual em Petrópolis.

quinta-feira, 28 maio, 2015

O deputado Hugo Leal (PROS/RJ) solicitou, nesta quarta-feira (27), uma solução para a situação das vans e microônibus que realizam transporte interestadual no município de Petrópolis (RJ). A reivindicação foi realizada em audiência com o diretor geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos. De acordo com Hugo Leal, apesar de já haver uma resolução pronta da ANTT para regulamentar a questão, a mesma ainda não está em vigor, o que vem ocasionando inúmeros transtornos à população e ao comércio do município.

                (mais…)


Mais de 500 vítimas no trânsito de Teresópolis no ano passado

quarta-feira, 7 abril, 2010

Publicada em 6 de abril
Link para o artigo no site

Anderson Duarte

Recentemente a cidade recebeu um grande presente, o chamado Observatório de Teresópolis. Um estudo que reúne dados atuais dos principais indicadores de diferentes aspectos da cidade e das políticas públicas e que pode ajudar a traçar metas e prioridades nas ações públicas e civis nos próximos anos. O movimento Nossa Teresópolis, responsável pelo observatório, disponibilizou todas as informações para a população em seu site e a partir de hoje iniciamos uma série de reportagens sobre as necessidades e principais carências da cidade. Iniciamos com um dos aspectos que mais preocuparam a população e as autoridades públicas, o trânsito da cidade e suas complicantes. O crescente número de acidentes envolvendo motociclistas é o ponto de partida de nosso trabalho.

De acordo com o estudo, no ano de 2009, o trânsito fez 508 vítimas em Teresópolis, 30 delas foram vítimas fatais. Esse quadro faz com que Teresópolis fique com suas taxas de vítimas de trânsito, proporcionais à população, entre as piores dos municípios do Estado.

Mas esta não é uma exclusividade nossa, as estatísticas são as piores possíveis. Por dia, cerca de 30 pessoas morrem por causa de acidentes com motos no Brasil, chegando a 10 mil mortos por ano. Segundo o Ministério da Saúde, a maioria das vítimas tem idade entre 15 e 39 anos.

Pelo baixo valor de alguns modelos populares e a oportunidade em transformar esse meio de transporte em renda, como o trabalho de motoboy e mototaxi, a frota de motocicletas cresceu muito nos últimos anos, pulando de 5,4 milhões para 12 milhões.

Uma má formação nas auto-escolas aliada com a imprudência dos condutores e péssima conservação de vias são fatores decisivos para o chocante número de acidentes que, quando não faz vítimas fatais, leva os acidentados a adquirirem lesões graves, como traumatismo craniano, lesão medular e amputações, que geralmente não são contabilizadas pelas pesquisas oficiais.

Um dos reflexos destes números é o avanço dos chamados cuidados posteriores, ou seja, aquele atendimento feito após os acidentes. Conhecemos o trabalho da clinica escola de fisioterapia do UNIFESO, que absorve muitas destas vítimas.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil gasta cerca de 28 bilhões por ano para atender, internar e prestar assistência às vítimas de acidentes de trânsito, mas pouco se faz para prevenir esses desastres. As poucas iniciativas que existem são de entidades particulares como a da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia que lançou em 23 estados brasileiros a campanha “Motociclista Prudente Evita Acidente


Projeto susta resolução do Contran sobre registro de multas

segunda-feira, 8 março, 2010

Publicada em 8 de março
Link para a matéria

Tramita na Câmara o Projeto de Decreto Legislativo 2401/10, do deputado Hugo Leal (PSC-RJ), que susta a Resolução 335/09 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). A resolução estabelece que os autos de infração de trânsito terão validade somente com a emissão do código nacional de registro de infração.

Para a emissão desse código, segundo a medida, os órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito deverão registrar no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) as infrações cometidas em sua jurisdição em sistema informatizado próprio.

Hugo Leal afirma que essas normas não poderiam ser criadas por meio de resolução. Segundo ele, uma resolução deve simplesmente estabelecer como será cumprida a lei – no caso, o Código de Trânsito Brasileiro. “[Uma resolução] não pode inovar o ordenamento jurídico, criando obrigações, proibições e medidas punitivas.”

O deputado lembra ainda que, pela Constituição, leis sobre trânsito e transporte são competência privativa da União. Diante disso, ele afirma que os estados, os municípios e os órgãos do Executivo não podem legislar sobre o tema.

Tramitação

O projeto será analisado pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania, antes de ser votado pelo Plenário.

Agência Câmara


Hugo relata projeto que cria Plano de Redução de Mortes no Trânsito

segunda-feira, 8 março, 2010

Publicada em 06 de março

Clique na imagem para ampliar


Trânsito

sexta-feira, 5 março, 2010

Publicada em 5 de março
Coluna Les Partisans

Clique nas imagens para ampliar


Voz do Brasil

terça-feira, 2 março, 2010

Hugo Leal foi entrevistado na Voz do Brasil. O tema foi a obrigatoriedade da instalação de airbags.

Ouça:


Mercado de Seguros na luta contra a violência no trânsito

sexta-feira, 26 fevereiro, 2010

Publicada em 26 de fevereiro

Nos próximos dia 08 e 09 de março, Curitiba/PR sediará dois eventos de grande importância na luta contra a violência no trânsito.

No dia 08/03, às 11:00 horas, no Parque Barigui (ao lado do Museu do Automóvel), será inaugurado o Memorial das Vítimas de Acidente de Trânsito, que tem a assinatura do arquiteto Fernando Canalli.

No mesmo dia, no Salão de Atos do Parque Barigui, acontece o Seminário Viver Seguro no Trânsito, com a solenidade de abertura prevista para as 09:00 horas (o credenciamento no local estará ocorrendo a partir das 08:00 horas). O Seminário acontecerá em dois dias (08/03 e 09/03).

O Seminário Viver Seguro no Trânsito contará com palestras de Diego Gonzáles, da Organização Panamericana de Saúde e da Organização Mundial de Saúde, Otaliba Libanio, do Ministério da Saúde, deputados federais Marcelo Almeida, Hugo Leal e Beto Albuquerque, da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito, J. Pedro Corrêa, coordenador do Programa Volvo de Segurança e Ailton Brasiliense, da Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP).

João Elisio Ferraz de Campos, presidente da CNSeg – Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização -, fará a abertura dos trabalhos do Seminário no dia 09/03.

A iniciativa da realização dos dois eventos é do Mercado Brasileiro de Seguros, que tem como objetivo representar a abertura solene no Brasil da Década de Segurança no Trânsito definida pela Organização das Nações Unidas (ONU). “Nestes dois dias de intensos trabalhos em Curitiba, serão criadas duas entidades, o Observatório do Trânsito e a Rede Paranaense de Segurança no Trânsito, que já nascerão comprometidas com o combate à violência no Trânsito”, informa João Elisio, que completa: “Nossa meta é pouparmos essas 36 mil vidas anuais. União, conscientização, iniciativa das lideranças comunitárias, determinação dos poderes públicos são os ingredientes indispensáveis para vencermos essa batalha”.

A inauguração do Memorial é aberto a todos. Já as inscrições para o Seminário são gratuitas e limitadas, e podem ser feitas diretamente no Blog Viver Seguro no Trânsito, de autoria de João Elisio.

Mas seja rápido, pois até ontem (25/02), mais de 230 inscrições, oriundas de 40 cidades de 12 estados brasileiros já haviam sido feitas, e as inscrições estão limitadas a 400 pessoas por dia, que é o limite de capacidade do local do evento.

Para maiores informações sobre os eventos, é só entrar no Blog Viver Seguro no Trânsito (http://viverseguronotransito.org.br/blog/).

Programação:

Fonte: Júlio Filho – Revista Seguros em Foco®